+ 55 11 3675 5090
+ 55 11 9139 8141
 
ENTREVISTA  Luiz Schiavon - RPM - Schema
  15/07/2008
  Tecnologia Musical




 
O curriculum de Luiz Schivon é extenso: fundador, com Paulo Ricardo, do RPM, trabalhou com publicidade no estudio DBS, e foi autor de aberturas e trilhas de novela (Rei do Gado, Terra Nostra) e misisséries da Globo (Mad Maria), foi maestro e diretor artístico da banda do Faustão, além de dedicar-se a arranjos de cd´s, gravados em seu estudio - Schema - e atualmente excursiona e grava com o RPM, com a mesma formação original,

O que foi o projeto Solaris, duo de musica eletronica, criado em 1981, ainda numa época pré-midi?

Na verdade foi um exercício de música eletrônica. Nós nos encontrávamos, pegávamos partituras de música eletronica nas poucas revistas especializadas da época (81/82) e programávamos. Depois fizemos algumas músicas de composição própria, creio que umas 4 ou 5 no total.

Quem participava?
Eu e o Lucas Shirahata. No início tinha um baterista, o Paulinho Valenza, que inclusive participou da única apresentação do Solaris, na Fábrica do Som, mas ele não tinha interesse na área de eletronica e saiu em seguida.

Há registros de apresentações?
Apenas esse da Fábrica do Som (programa da TV Cultura)

Porque terminou ?
Na verdade tinha prazo de validade. Não havia nenhum interesse em ser um grupo comercial, era realmente uma forma de estudar e aplicar o que sabíamos sobre synts. Foi um excercício excepcional e me ajudou imensamente na carreira.





 
2) A fita demo do RPM foi gravado num Tascam 8 canais, com bateria eletornica, há ainda registros desta fita demo ?

Creio que tudo se perdeu, pois a matriz era um K7 de metal. Não havia guitarrista, acho que talvez em uma música.





 
3) Voce foi provavelmente o unico musico a ter um Fairlight aqui no Brasil. Chegou a ser utlizado nos álbuns do RPM?

Foi sim, gravamos o 4 Coiotes com ele. Depois usei em inúmeros jingles e foi muito locado para gravacões na década de 90.
Também usei no primeiro CD do Projeto S, minha banda pós-RPM

Aonde está atualmente?
Guardado em meu estúdio. Não funciona mais, mas continua lindo !





 
4) Apos a dissolução do RPM, quais cd´s solo voce lançou?
Quem participou destes projetos?

Dois LPs com o Projeto S (eu e o cantor Zaga Silos). Além deste projeto, também lançamos, em 2005, o LSD.





 
5) Como foi trabalhar em aberturas de novelas da globo, e depois nas minisséries?

Foi uma coisa muito bacana. Eu vinha de fazer jingles direto e o Ruy (Benedito Ruy Barbosa) propôs que fizéssemos (eu e o Marcelo Barbosa) músicas sobre a sinopse da uma novela. Escrevi 3 músicas e mostramos e ele ficou maluco, pois se ajustavam aos personagens como peças de publicidade feitas sobre um briefing. Aí fizemos a trilha toda da minha 1a. novela.

Não é a trilha incidental, mas a trilha sonora, aquela que vira CD. Além de músicas próprias, selecionamos outras que eu arranjei e produzi e ainda outras que nos foram enviadas por terceiros. As trilhas são montadas assim, não dá pra fazer tudo.





 6) Quando começou a utilizar o Pro Tools em seu estudio?
Qual era a configuração ?


Faz tempo, acho que talvez a uns 10 anos ou pouco mais.
Era um PT HD 3, com a control 24 e uma 192i/o mais a 96i/o.




 
7) Atualmente , qual o equipamento base utilizado no estduio schema e na Banda do Faustão?

No estúdio um ProTools HD Accel e uma Control 24, com monitoração Genelec.

Estamos nos preparando pra migrar para o Leopard e a versão 7.4.2.

Na banda domingão, um ProTools M-powered e um Ozonic com interface, além de teclados convencionais, como o Roland V Synth GT que é rápido pra programar.





 
8) Quem mais influi no seu estilo, durante a fase solaris/rpm, nas minisséries da globo, e quem escuta atualmente?

Bom, na fase Solaris principalmente Tangerine Dream, mas também Walter/Wendy Carlos, Jean-Michael Jarret, Giorgio Moroder, Kraftwerk.

No RPM principalmente Duran Duran e Human League, Depeche Mode, além de outros menos cotados como Orchestral Manuvres in the Dark. depois teve o trabalho da ZTT, uma gravadora que tinha o Trevor Horn como produtor e que lancou 3 bandas fundamentais - The Art of Noise, Propaganda e Frankie Goes to Hollywood.

Na fase das trilhas creio que já estava suficientemente maduro para não ter influencias diretas. Além disso 8 ou 10 anos de publicidade acabam dando muita versatilidade, que hoje eu creio que é minha principal caracteristica. É o que usamos no Domingão, especialmente em quadros como o Dança dos Famosos, onde tenho que fazer tecno, sertanejo, rock, pagode, salsa, merengue, tango e mais o que vier, sempre dentro das caracteristicas de cada ritmo.

Um ultimo comentário, gosto muito de trilhas de cinema/TV, o que me ajudou muito nas aberturas de novela e especialmente em Mad Maria. Enio Morricone, John Williams, Nino Rota, Vangelis, Henry Mancini, apenas pra citar alguns.





 
9) Cite 5 álbuns que foram essenciais na sua formação de musico:

- DARK SIDE OF THE MOON - Pink Floyd
- ALBUM BRANCO - Beatles
- TRILOGY - ELP
- TIME OUT - Dave Brubeck
- THE RISE AND FALL OF ZIGGY STARDUST - David Bowie







Tecnologia Musical
Produtos (marcas)
Produtos usados
Promos
Upgrades e crossgrades
Tec News
Entrevistas
Cadastro
Contato

HOME | Tecnologia Musical | Produtos (marcas) | Produtos usados | Promos | Upgrades e crossgrades | Tec News | Cadastro | Contato |
site