+ 55 11 3675 5090
+ 55 11 9139 8141
 
ENTREVISTA  Armandinho - Full Mix - Vox Mundi
  10/08/2012
  Equipe da Tecnologia Musical




 

Armando Torres Jr, o "Armandinho", começou a trabalhar na mixagem de áudio para imagem em 1994, com o Sound Tools, e foi um dos primeiros a utilizar o Pro Tools (PT III) em 1997, para a mix de áudio em curtas e documentários e posteriormente também para dublagem, na Vox Mundi, da qual é diretor técnico desde 2000.

Trabalhou na New Vision, Estudio Abertura, na JLS, com o Jose Luiz Sasso, nos estudios Mega, Álamo, e atualmente dirige a Full Mix, sendo um dos pioneiros na utilização da Icon D Command para a mixagem de filmes no Brasil.

Entre seus trabalhos mais recentes de cinema estão: Tropa de Elite, Blindness, Dois filhos de Franciso, Olga, Chega de Saudade entre dezenas de filmes mixados e pré-mixados desde 2001.

 

1) Como e quando foi o início de suas atividades com áudio digital?

Comecei com 17 anos, em 1994. Nessa época, eu usava o DM 80 da Roland e um programa da Digidesign chamado Sound Tools. Trabalhava em uma das primeiras casas de pós-produção, a New Vision, fazendo comerciais e alguns programas de TV. O Pro Tools nem existia. Depois de 3 anos, o Estúdio Abertura comprou a New Vision e chegou o Pro Tools 3, com a interface 442. 

 

2) Quando você começou a atividade mixagem de filmes ?

O primeiro grande filme foi “O Invasor”, lançado em 2001, que foi editado e mixado totalmente no Pro Tools. Só o print master foi feito no estúdio JLS.. Antes disso, trabalhei na mixagem de curta-metragens e documentários para TV.
 

3) Em 2001, nas suas primeiras mix de filmes com o Pro Tools, como vinha o material de áudio ? O áudio era entregue em quantos sub grupos (música, diálogos, etc..) e com quantos canais para cada um?

 Quando comecei a mixar filmes (longa-metragem) já trabalhava com o Pro Tools da época, com menor potência. Recebia 16 canais de diálogo, 24 canais de efeitos,  8 canais de foley e mais 6 canais de música. 

 
4) Pulando para 2008, qual material (sub grupos) vem para você para a mix de um filme, e em quantos canais vem cada sub grupo?
Com 192 vozes, quem ganha mais canais dedicados?

Hoje recebo 24 canais de diálogo, 12 canais de ambiente, 24 canais de foley, 48 canais de efeitos, 16 canais de música. Isso para uma grande produção. Efeitos e diálogos são os que ganham mais canais dedicados.  


6) Como foi o processo de mixagem de Blindness?

Trabalhamos com uma equipe mista (Brasil e Canadá). Os canadenses cuidaram de toda a parte editorial, dos diálogos (vozes, dublagem e locução em off). No Brasil, cuidamos da edição de ambientes, foleys, efeitos, efeitos especiais de som e música. O trabalho de edição foi feito pela equipe de Alessandro Laroca.

Na mixagem, trabalhamos simultaneamente com dois mixadores: eu, que cuidava da parte de efeitos, e o mixador canadense, que cuidou do diálogo e da música.

A mixagem foi realizada com dois sistemas Pro Tools HD3 Accel. O sistema 1- diálogos e música - tinha aproximadamente 110 canais. No meu sistemaeram cerca de 150 canais para todos os efeitos. Primeiro ele acertava o diálogo e eu trabalhava com os ambientes e foleys. Depois ele colocava a música e eu inseria os efeitos e efeitos especiais de som. Foram 8 semanas de mixagem.

 

7) Quais processadores externos você utiliza, além dos plug ins?

Uso muitos,  porque com alguns plug-ins não consigo obter resultados que obtenho com esses processadores externos. Para diálogo, uso o Dolby CAT 430, o Ceddar DNS New, o La Font Cinema Filter. Para efeitos e música, o TC Eletronics Reverb e Master em 6.000 5.1, o DBX Subharmonic Synthesizer, o Level Magic. 

 

8) Quais plug ins mais utilizados por você, do sistema Pro Tools?

Waves, Q 10 para filtros, Sony Oxford (Compressor /DS), Wave C4, TC Eletronics VSS3, Altiverb Speakerphone.

 

9) Quais os 5 filmes dos quais voce mais gostou do som......

“Colateral”,

“O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”,

“Star Wars – O Retorno de Jedi”,

“O Poderoso Chefão” e

“Onde os Fracos não tem vez”. 

 

10) E, como estamos falando também de música, sua 5 trilhas preferidas (nacionais ou estrangeiras):

“Cidade de Deus”,

“O Ano em que meus pais saíram de férias”,

“Batman – O Cavaleiro das Trevas”,

“Gladiador”, e

“Diários de motocicleta”.

 








Tecnologia Musical
Produtos (marcas)
Produtos usados
Promos
Upgrades e crossgrades
Tec News
Entrevistas
Cadastro
Contato

HOME | Tecnologia Musical | Produtos (marcas) | Produtos usados | Promos | Upgrades e crossgrades | Tec News | Cadastro | Contato |
site